Fé Ortodoxa Deve Agilizar Solicitações de Cidadania Russa – Parlamentar

O parlamentar é das alas do populista Partido Liberal Democrático de Vladimir Zhirinovsk

Este artigo foi visto originalmente em RT


Um legislador do partido nacionalista planeja esboçar um projeto de lei que irá acelerar o processo de cidadania Russa para Cristãos Ortodoxos, tendo por base que pessoas da tradicional fé religiosa Russa possuem melhores chances de integrar-se na sociedade.

Mikhail Degtyaryov, um parlamentar pelo Partido Liberal Democrático na Duma Estatal, ou a baixa câmara do parlamento, prometeu que nos próximos meses ele proporá uma série de emendas à Lei Russa sobre Cidadania permitindo que qualquer pessoa falante do Russo, tendo uma fonte de renda e sendo praticante da fé Ortodoxa Russa, obtenha um passaporte Russo, caso já esteja residindo legalmente no país.

Atualmente, a lei Russa requer que possíveis solicitantes da cidadania Russa morem no país por cinco anos sem interrupção desde a data em que receberam suas permissões de residência. Exceções a esta regra são permitidas para pessoas que nasceram na Federação Russa, de cidadania Soviética, aquelas casadas com cidadãos Russos por pelo menos três anos e para pessoas que não podem ganhar seu sustento mas cujos filhos são cidadãos Russos.

Outra forma de receber um passaporte Russo rapidamente é investir 10 milhões de rublos (cerca de R$575.000) em alguns setores da economia Russa, mediante a condição de que a empresa pertencente ao investidor pague ao menos 18 milhões de rublos (cerca de R$1.035.000) ao longo dos três primeiros anos após a realização do investimento.

Atualmente, a Rússia não oferece nenhum status especial para Cristãos Ortodoxos em suas solicitações de cidadania, e Degtyaryov disse em comentários à imprensa que ele discordava dessa abordagem. “A questão da religião dos migrantes é muito importante e nós devemos tomá-la em consideração”, ele disse. “Uma maioria absoluta das pessoas no interior são Cristãos Ortodoxos. Será mais confortável para nós se pessoas com uma mentalidade semelhante começasse a viver conosco”, o legislador disse ao jornal Izvestia.

A igreja na Rússia é separada do estado, mas o estado deve atender os interesses da maioria”, disse ele. “Nós devemos usar a seguinte fórmula para com os migrantes – se você é praticante do Cristianismo Ortodoxo e fala Russo, então pode vir e trabalhar aqui. Se você gosta de seu trabalho, então pode ficar e viver conosco.”

Degtyaryov também notou que, em seu conhecimento, a Europa “já teve o suficiente de multiculturalismo” e que os truques verbais usados pelos advogados de uma sociedade multi-confessional não estavam funcionando quando se tratava de grandes grupos de pessoas e seus interesses comuns.

O Partido Liberal Democrático da Rússia é conhecido por suas políticas populistas e Mikhail Degtyaryov fez, anteriormente, propostas controversas que fizeram as manchetes da imprensa.

Estas incluem propostas para processar a Alemanha pelos danos da 2ªGM, a ideia de trocar a atual bandeira Russa pelo estandarte do Czarismo imperial do século XIX, e até mesmo a sugestão de branquear as paredes e torres do Kremlin de Moscou para que regressassem à sua aparência histórica.