Pesquisa Confirma: Os Cristãos São o Grupo Religioso Mais Assediado do Mundo

Diariamente, oito Cristãos são mortos por causa de sua fé, e 23 Cristãos são estuprados ou assediados. Enquanto isso, semanalmente, 182 igrejas ou edifícios Cristãos são vandalizados, e 102 lares, lojas ou comércios Cristãos são atacados, queimados, ou destruídos.

Os Cristãos são assediados mais do que os membros de qualquer outra religião, conforme uma pesquisa pelo Pew Research Center.

MORE:Notícias
Originally appeared at: Pravmir

Em seu informe, o Pew Research descobriu que Cristãos sofrem assédio em 145 dos 198 países do mundo, um número maior do que de qualquer outra religião. Em segundo lugar está os seguidores do Islã, que sofrem assédio em 139 países, revelou o Pew Research.

Em sua pesquisa abrangente do ano de 2018 - o ano mais recente do qual se há dados abrangentes - a perseguição aos Cristãos foi significativamente maior do que em qualquer outro ano desde que o Pew Research começou suas pesquisas em 2007. Há dez anos, em 2008, os Cristãos sofriam assédio de governos, grupos, ou indivíduos em apenas 95 países, 50 a menos do que em 2018.

RIZWAN TABASSUM/AFP/Getty Images

Em sua definição de assédio, o Pew Research incluiu uma ampla gama de ações - "desde abuso verbal até violência física e assassinatos" - motivadas pelo menos em parte pela identidade religiosa do alvo.

De acordo com a pesquisa, os Cristãos enfrentam assédio governamental em 124 países em todo o mundo, enquanto são submetidos a “assédio social” em 104 países.

Os Cristãos experimentam assédio concentrado na região do Oriente Médio-Norte da África, observou o Pew, com assédio direcionado aos Cristãos (por governos ou grupos sociais) ocorrendo em 19 dos 20 países da região. Embora o assédio social aos Cristãos tenha ocorrido em 15 dos 20 países da região, o assédio governamental aos Cristãos foi relatado em praticamente todos (19) os países.

Os Cristãos na região da Ásia-Pacífico não se saem muito melhor e supostamente enfrentam assédio por parte de governos ou grupos sociais em quatro dos cinco (80%) países da área. Mesmo na Europa, no entanto, os Cristãos sofrem assédio em cerca de três quartos dos países (76%), enquanto que na África subsaariana, os Cristãos enfrentam assédio em dois terços dos países (67%), informou o Pew.

As descobertas do Pew correspondem aos relatórios de outros grupos que consideram a perseguição aos Cristãos a forma mais comum de perseguição religiosa no mundo.

Um enorme relatório da Aid to the Church in Need (ACN) concluiu que “os Cristãos são vítimas de pelo menos 75 por cento de toda a violência e opressão de motivação religiosa” no mundo e que “a extensão desta perseguição é amplamente ignorada por nossa mídia”.

“Em termos do número de pessoas envolvidas, a gravidade dos crimes cometidos e seu impacto, é claro que a perseguição aos Cristãos é hoje pior do que em qualquer momento da história”, disse John Pontifex, editor do relatório.

Similarly, em sua World Watch List 2020, a Open Doors declarou em janeiro passado que a perseguição aos Cristãos em todo o mundo havia atingido um nível sem precedentes no final de 2019, com mais de 260 milhões de Cristãos enfrentando "altos níveis de perseguição".

Um em cada 8 crentes em todo o mundo sofre graves níveis de perseguição, revelou o relatório, sendo que diariamente oito Cristãos são mortos por causa de sua fé, e 23 Cristãos são estuprados ou assediados sexualmente. Enquanto isso, semanalmente, 182 igrejas ou edifícios Cristãos são vandalizados, e 102 lares, lojas ou comércios Cristãos são atacados, queimados, ou destruídos.

MORE:Notícias