O Papa Nomeia um Simpatizante Homossexual Como Cardeal

Antes de sua nomeação, o Arcebispo Wilton Gregory já havia se tornado infame como um clérigo "progressista", apoiando ativamente os homossexuais.

MORE:Notícias

O Arcebispo Católico Wilton Gregory, de 72 anos, que se tornou o primeiro Cardeal Afro-Americano, será elevado à categoria de Cardeal no final de novembro.

O Papa Francisco, o líder de todos os Católicos Romanos, anunciou no domingo, 25 de outubro de 2020, a nomeação de 13 novos cardeais, incluindo o Arcebispo negro de Washington (EUA) Wilton Gregory, conforme noticiado pelo The Washington Post.

Ele e o resto dos eleitos serão elevados à categoria de Cardeais em 28 de novembro, após o qual Gregory fará parte do colégio de Cardeais e pelos próximos oito anos terá o direito de votar no próximo Papa.

Wilton Gregory não é o primeiro Cardeal negro, mas anteriormente apenas representantes da África receberam este título.

Ele se tornou Arcebispo de Washington em 2019, e sua tarefa era restaurar a confiança da sociedade Católica, muito prejudicada por escândalos de pedofilia em que dois de seus antecessores estavam envolvidos.

Antes disso, Gregory foi Arcebispo de Atlanta por mais de 10 anos, onde se tornou famoso como um clérigo "progressista", apoiando ativamente os homossexuais..

Tendo como pano de fundo o movimento de protesto Vidas Negras Importam, que se desenrola nos Estados Unidos, Gregory condenou repetidamente a retórica do Presidente Donald Trump, acusando a Casa Branca de aumentar a divisão na sociedade.

Fonte: SPZH News (Russo)

MORE:Notícias
  • Shqip
  • العربية
  • English
  • Français
  • Deutsch
  • Bahasa Indonesia
  • Italiano
  • Português
  • Русский
  • Español