Lei Russa Força Netflix a Remover Desenhos com Propaganda LGBT da Seção Infantil

Originally appeared at: Orthodox Christianity

A Netflix removeu várias séries de desenhos animados do Netflix Kids para a seção adulta em seu serviço Russo, graças à lei Russa que proíbe a propaganda LGBT contra menores.

A mudança afetará um número “muito pequeno” de projetos, disse a assessoria de imprensa da empresa, segundo noticiou a Interfax. A Netflix está disponível na Rússia desde o início de 2016.

She-Ra e as Princesas do Poder agora são de categoria 18+ na Rússia. Foto: Netflix


A Netflix observou que os sites de TV e filmes são obrigados pela lei Russa a definir um limite de idade de 18+ para quaisquer títulos com conteúdo sodomita. O Netflix Kids destina-se apenas a filmes e programas com idade máxima de 13 anos.

Os clientes na Rússia notaram anteriormente que várias séries animadas haviam desaparecido da seção infantil e agora tinham uma classificação de 18+, embora eles sejam avaliados principalmente 6+ em países ocidentais. Esses títulos incluem Kipo e a Era das Bestas Maravilhas, She-Ra e as Princesas do Poder, O Príncipe Dragão e o Universo Steven.

Universo Steven é um dos primeiros desenhos animados infantis com representação LGBTQ, em She-Ra o amor de duas heroínas salva o mundo, em Kipo um dos personagens principais diz diretamente que é homossexual e em Dragon Prince há casais do mesmo sexo no fundo.

Em 2013, a Rússia aprovou uma emenda à Lei nacional de Proteção à Criança contra a “propaganda de relações sexuais não tradicionais com menores”. As multas variam de 155 dólares para um indivíduo até 31.000 dólares para uma empresa de comunicação.