Ícones Roubados Pelos Nazistas Devolvidos ao Mosteiro das Cavernas de Pskov

MORE:Notícias

No dia 5 de fevereiro, ícones únicos do início do séc. XVIII, roubados pelos Nazistas durante a Segunda Guerra Mundial, foram devolvidos ao Mosteiro Pskovo-Pechersky da Santa Dormição.

Eles foram transferidos para o Metropolita de Pskov e Porkhov Tikhon pelo Secretário do Conselho de Segurança da Federação Russa, Nikolai Patrushev, informou o serviço de imprensa da diocese de Pskov.

Dom Tikhon ressaltou que 5 de fevereiro é um dia especial para o mosteiro e a igreja. “Também no dia dele [João (Krestyankin). - Ed.] com orações também encontramos ícones antigos, belas imagens de todos os santos, pintados no início do séc. XVIII e devolvidos à sua terra natal, ao mosteiro Pskov-Pechersk", disse o Metropolita Tikhon na Divina Liturgia, dirigindo-se os fiéis. "Agradeço a todos os que participaram da devolução desses ícones maravilhosos e orantes aqui, ao mosteiro. Mais notavelmente, duas pessoas que partiram para o Senhor: O Padre João e o Arquimandrita Alípio (Voronov), por cujo trabalho muitas relíquias foram devolvidas ao mosteiro sagrado. Os irmãos do atual mosteiro Pskov-Pechersk continuam seu trabalho".

Acrescentamos que também no dia da memória do Padre João (Krestyankin), segundo a tradição, o Metropolita Tikhon admoestou os seminaristas no caminho do futuro ministério sacerdotal e entregou-lhes as primeiras vestes espirituais - as batinas. No final da Divina Liturgia, todos os paroquianos receberam livros do Pe. João, segundo a tradição, o mosteiro preparou um mimo para os paroquianos e convidados do mosteiro.

“Graças aos esforços do Conselho de Segurança da Federação Russa, os ícones do séc. XVIII voltaram ao Mosteiro Pskov-Pechersky. Os ícones foram trazidos solenemente dos Portões Sagrados para a Catedral de São Miguel, onde tomarão seu lugar. No dia da memória do presbítero, foram celebrados serviços religiosos na igreja: duas liturgias e serviços fúnebres”, disse o secretário de imprensa da diocese, o monge Antônio (Voevodin).


Fonte: informpskov.ru (Russo)

MORE:Notícias