Erdogan Ordena Estudo da Possibilidade de Converter Santa Sofia em uma Mesquita Novamente

Erdogan frequentemente fez uso de leituras do Alcorão na Santa Sofia e declarações de sua intenção de torná-la em uma mesquita novamente para inflamar tensões com a Grécia e o mundo Ortodoxo

MORE:Notícias
Originally appeared at: Orthodox Christianity

Foto: hurriyet.com.tr

O Presidente Turco, Recep Tayyip Erdogan, instruiu seus assessores a realizar um estudo compreensivo da possibilidade de se converter o status da famosa Santa Sofia em Istambul de um museu de volta para uma mesquita, informou o jornal Turco Hurriyet.

“Façam a pesquisa, então todos avaliaremos e falaremos sobre isso. Os turistas ainda poderão visitar Santa Sofia se ela se tornar uma mesquita, como acontece com a Mesquita Azul na Praça Sultanahmet”, disse o Presidente em uma reunião do Conselho Executivo Central do Partido da Justiça e do Desenvolvimento, que é presidido pelo próprio Erdogan.

O chefe de Estado pediu a seus assessores para que não se apressassem e estudassem a fundo a questão, lembrando que a Santa Sofia pertence à Fundação Sultão Maomé, o Conquistador, sendo um símbolo da conquista de Istambul.

A Santa Sofia, originalmente construída como uma grande catedral Ortodoxa no séc. VI por São Justiniano, o Grande, quando Constantinopla era a capital do Império Bizantino, continua sendo um ponto de tensão entre a Turquia e a Grécia.

Ela foi convertida em mesquita quando os Otomanos derrotaram o Império Bizantino em 1453. Em 1931, o edifício foi secularizado e em 1935 foi aberto como museu.

Erdogan frequentemente fez uso de leituras do Alcorão em Santa Sofia e declarações de sua intenção de torná-la uma mesquita novamente para inflamar tensões com a Grécia e o mundo Ortodoxo, a mais recente destas no final da semana passada, quando o 567º aniversário da conquista de Constantinopla foi celebrado festivamente na Santa Sofia, com a leitura do 48º capítulo do Alcorão.

Uma apresentação sobre a conquista da cidade também foi realizada em uma plataforma fora da Santa Sofia.

O governo Grego se opôs a essas festividades, chamando-as de uma ofensa à comunidade Cristã global e uma violação do status da Santa Sofia como Patrimônio da UNESCO, embora as autoridades Turcas tenham rechaçado que a Santa Sofia não tenha nada a ver com a Grécia, enquanto a Turquia pode fazer o que quiser com seu próprio território.

"O fato de que a Grécia, o único país Europeu restante sem uma mesquita em sua capital, está perturbada pela recitação do Santo Alcorão em Santa Sofia é um exemplo que ilustra a psicologia intolerante desse país", disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Turquia, Hami Aksoy.

Fontes também disseram que elogios de outros partidos pela recitação de orações na Santa Sofia também surgiram durante a reunião do Conselho Executivo Central.

MORE:Notícias