ASSISTA: "Manifestantes Pacíficos" de Portland Queimam a Bíblia e a Bandeira dos EUA, 24 Horas Após Queimarem uma Cabeça de Porco com Chapéu de Policial

MORE:Notícias
Originally appeared at: RT

Manifestantes em Portland queimaram Bíblias e bandeiras dos EUA em meio a protestos que já duraram quase 2 meses. No dia anterior, os manifestantes queimaram a cabeça de um porco com roupas da polícia, embora ainda afirmem que seu movimento é pacífico.

Imagens publicadas pela agência de vídeos Ruptly da RT mostram um grupo de manifestantes na noite de sexta-feira reunidos em torno de uma Bíblia em chamas, com vários indivíduos aquecendo suas mãos ao redor do fogo em zombaria. Risos e gritos de "F***-Se Trump" podem ser ouvidos em segundo plano.

Bandeiras dos EUA também foram queimadas pelos manifestantes, que foram vistos se aglomerando ao redor do fogo e tirando fotos.

As queimadas provocatórias aconteceram uma noite após que manifestantes queimaram uma cabeça de porco cortada que foi colocada sob uma bandeira Americana. A cabeça estava decorada com um chapéu de policial, deixando pouco para a imaginação. 

Antifa protesters dumped a bloody severed pig's head on an American flag outside the Justice Center in downtown Portland. They put a cop's hat on it and set all of it on fire. #PortlandRiots #antifa pic.twitter.com/qfAOT4ItxP

— Andy Ngô (@MrAndyNgo)

July 31, 2020

Manifestantes da Antifa jogaram a cabeça de um porco sangrando em uma bandeira Americana do lado de fora do Centro de Justiça, no centro de Portland. Eles colocaram um chapéu de policial e atearam tudo em chamas. #PortlandRiots #antifa pic.twitter.com/qfAOT4ItxP

- Andy Ngô (@MrAndyNgo)
31 de julho de 2020

Muito embora a noite de sexta-feira tenha visto consideravelmente menos violência do que nos dias anteriores, os manifestantes ainda foram vistos incendiando e cometendo outros atos de vandalismo no centro da cidade.

As tensões na cidade aumentaram após a chegada do destacamento de agentes da polícia federal, encarregados de proteger o tribunal Americano Mark O. Hatfield. Os policiais federais foram acusados ​​de usar força excessiva para proteger o prédio, mas a força-tarefa alega que foi alvo de repetidas agressões por manifestantes e respondeu de acordo.

O Departamento de Segurança Interna (DHS) chegou a um acordo com a Governadora do Oregon, Kate Brown, no início desta semana, em que a polícia estadual seria usada para manter a paz durante as manifestações. As forças federais permanecerão na cidade, mas serão usadas apenas como último recurso. O presidente dos EUA, Donald Trump, alertou que é preciso lidar com os "anarquistas e agitadores" antes que a polícia federal possa se retirar da cidade.

MORE:Notícias
  • Shqip
  • العربية
  • English
  • Français
  • Deutsch
  • Bahasa Indonesia
  • Italiano
  • Português
  • Русский
  • Español