Cristãos Que Simplesmente Não Podem Doar à Caridade

Alguns Cristãos podem fazer doações aos pobres. Outros não podem doar nada porque suas contas e obrigações familiares são simplesmente muito esmagadoras. Esse estado de coisas é inegável, mas qual seria sua causa implícita?

Cristo deseja que sejamos generosos, que atendamos aqueles que são pobres, doentes e estão presos. No Evangelho de Mateus, todos conhecemos a história de Jesus sobre as Ovelhas e os Bodes. Quais são os verdadeiros desafios que as pessoas encaram que tornam difícil de cumprir os ensinamentos de Cristo sobre a caridade Cristã?

Examinemos dois diferentes grupos de Cristãos - os Normais e os Frugais. Consideraremos suas distintas abordagens da vida cotidiana, e observaremos as consequências experimentadas por ambos.

Os Normais vivem a vida como uma família Americana comum. Eles fazem dívidas para obter coisas materiais e experiências que, de outra forma, eles não poderiam obter no momento.

Os Frugais raramente gastam em qualquer outra coisa senão em necessidades genuínas, a não ser que eles tenham o dinheiro para tal, e mesmo assim eles voltam suas vidas para encontrar experiências e posses que os proporcione prazeres semelhantes, mas por uma fração do custo.

Examinemos as maiores áreas de gastos de cada um deles, e como elas influenciam suas decisões não financeiras.

1. Automotiva

Os Normais tendem a comprar carros no crédito. Muitos alugam veículos, o que resulta num ciclo perpétuo de débito por causa dos carros (bem como taxas muito mais altas de seguro, que são atribuídas a carros que são alugados ou financiados versus os que são comprados de imediato).

Os Frugais compram modelos antigos de veículos confiáveis. Eles pagam em dinheiro e buscam investir não mais do que 10% de seu orçamento anual em um veículo a cada 5 anos (para uma família de dois carros). Eles gastam mais, ironicamente, em manutenção. Bem mais. Eles trocam o óleo, as correias, os filtros etc, conforme um cronograma apropriado mesmo que nada pareça ter defeito. Em compensação, seus veículos de 8-12 anos, com mais de 150 mil quilômetros (na data da compra) duram outros 10+ anos.

2. Vestimenta

Os Normais compram quase tudo em varejo. Eles podem até buscar por promoções, mas jamais consideram roupas usadas, uma vez que eles vêem isso como coisas que apenas pobres comprar. Normalmente eles não podem ser avistados em um brechó, a não ser que seja para comprar uma peça de roupa vintage que não possa ser adquirida nova. Eles frequentemente usam cartões de crédito cujo balanço financeiro eles não pagam inteiramente a cada mês. Roupas de segunda mão são usadas raramente ou rejeitadas, e até mesmo seus filhos usam roupas de marca.

Os Frugais começam com os brechós e apenas em última instância vão até o varejo, passando por lojas de consignação atrás de itens que não estão disponíveis nos brechós (na maioria das vezes se trata de roupas de maternidade ou modestas para mulheres). Eles frequentam vendas de garagem e compram com muita antecedência, sempre que uma ótima oportunidade aparece, guardando para os meses, ou até mesmo para anos subsequentes, para quando eles sabem que tais roupas serão necessárias. Para eles marcas e etiquetas não têm importância... exceto no caso dessas marcas serem de boa qualidade e que possam ser utilizadas pelos diversos membros da família.

3. Entretenimento

Os Normais saem de férias a cada um ou dois anos, ficando em hotéis caros, gozando de experiências que normalmente custam muito dinheiro. Eles possuem pacotes completos de TV à cabo, mesmo que a deterioração espiritual e material deles seja palpável. Eles sentem vergonha de usar cupons quando jantam fora, ou de utilizar o Groupon ou outras oportunidades de desconto. Eles compram livros que eles lêem uma vez e depois repassam ou colocam numa prateleira.

Os Frugais buscam por diversão ou atividades lúdicas familiares que custam poquíssimo ou nada. Fazer trilhas, passear, explorar a natureza e outros eventos culturais de baixo custo (por exemplo, exposições de arte ou museus de ciência) são coisas fundamentais em suas vidas. Eles frequentam ativamente bibliotecas e buscam se informar como utilizar sistemas bibliotecários integrados de empréstimos de livros para obter aquele livro difícil de achar. Quando isso falha, então eles compram livros usados na Amazon, eBay ou outros sites semelhantes para minizar seus custos. Claro, eles também esperam por promoções, quando possível, para comprar livros por preços baixos.

4. Alimentação

Os Normais comem fora de casa. Eles tendem a igualar status com o local onde comem, então eles comem em lugares um pouco acima do que seus orçamentos podem normalmente permitir. Usar cupons ou pedir por um desconto é quase impensável para qualquer coisa exceto fast food. Nos mercados eles são leais às marcas. As vezes eles experimentam marcas independentes, mas tendem a pensar que "você tem aquilo que você paga".

Os Frugais raramente comem fora, se é que saem para comer. Quando eles saem, possivelmente se trata de uma promoção fantástica ou evento gratuito, em algum lugar que o custo seja semelhante ao que eles pagariam se tivessem ficado em casa. Eles enfatizam frutas e vegetais e outras opções saudáveis de alimentos, combinadas com refeições simples mas substanciais feitas à partir de ingredientes básicos. Eles compram na Aldi's [cadeia de supermercados de baixo custo] frequentemente, se aproveitando da estratégia "boi de piranha" de mercados caros para estocar produtos caros que podem ser adquiridos abaixo do preço de custo, eles compram enlatados, congelados e/ou itens comuns de estocagem em lotes para diminuir drasticamente os gastos no longo termo.

5. Moradia

Os Normais, tendo gasto muito nas categorias acima, precisam de duas fontes de renda para se manter. Portanto, educação domiciliar está fora de cogitação. Dessa forma, eles precisam entrar na corrida armamentística imobiliária para comprar a melhor casa na melhor vizinhança, com a melhor escola pública para que seus filhos recebem, conforme creem, uma educação de qualidade. Eles contrairão uma enorma quantia de dívida em razão da casa, acabando com uma casa impressionante que mal é habitada, mas que gera tremendas despesas com manutenção, reparo e taxas.

Os Frugais possuem uma divisão de trabalho que os permite que a Mamãe fique em casa, isso por causa de suas atividades frugais. Em resultado disso, eles podem comprar uma casa perto de sua Igreja, que normalmente fica numa região menos avantajada e mais barata, que permite uma existência menos frenética. Eles costumam poupar antes de comprar, dando uma significante quantia de entrada em suas casas, baseada na poupança feita mesmo antes de se casarem, e focam em pagar rapidamente a hipoteca para prover um amortecimento financeiro em caso da perda do emprego ganha-pão. Eles também costumam viver em áreas cujas taxas são menores, em comparação com as residências dos Normais, por causa das conveniências e escolas mais modestas.

6. Cuidado Infantil e Educação

Em resultado, os Normais gastam uma quantia enorme de dinheiro com Cuidado Infantil nos primeiros anos da vida de suas crianças. Alguns são abençoados com pais que podem fornecer esse cuidado, o que pode liberar algum dinheiro extra para outros gastos. Para todos os demais, isso gera uma enorme pressão para que usem controle de natalidade para limitar o tamanho da família, uma vez que - dado suas limitações orçamentárias - eles realmente não podem ter muitos filhos sem implodir completamente suas vidas financeiras. Em resultado, eles respiram aliviados quando conseguem enviar seus filhos para as escolas públicas (ou particulares, se estão endinheirados). A vida se torna focada na carreira e em continuar a gerar dinheiro o suficiente para sustentar os bens materiais e as experiências. Normalmente isso se mantém até o fim de suas vidas.

Toda a vida dos Frugais é voltada para a Igreja e família. Seus gastos com filhos são mínimos porque eles terão uma mãe de tempo integral em casa. Suas despesas com educação serão semelhantemente baixas, especialmente uma vez que as coisas do primeiro filho podem ser na maior parte reaproveitadas para os próximos filhos. A educação se torna cada vez melhor com cada nova criança, uma vez que Papai e Mamãe aprendem quais técnicas funcionam melhor, e porque eles investem a maior parte de seu tempo juntos, eles sabem qual abordagem rende mais com cada criança, conduzindo a uma maximização do progresso acadêmico. Eles também evitam todas as armadilhas espirituais das escolas, substituíndo-as por um currículo Cristocêntrico. Eles recebem com alegria uma grande família e criam um ambiente no qual o custo marginal de cada filho adicional é mais baixo.

7. Caridade

Os Normais não possuem dinheiro extra para doar. Doações são esporádicas e mínimas.

Os Frugais vivem abaixo de seus meios e doam seus primeiros dólares para a Igreja e os pobres. Portanto, eles vivem o mandamento de Cristo em Mateus 25 mais facilmente, vivendo de modo simples para que outros possam simplesmente viver.

_______

Isso é apenas um exemplo hipotético. Nada acontece exatamente como em qualquer hipótese. Todavia, o padrão geral se repetiu na sociedade Americana vez após vez, vez após vez.