A Meta do Presidente Putin: Aumentar a Taxa de Natalidade Russa até 2024

Todos os recursos das autoridades serão empregados para criar um sistema efetivo de suporte à família. Foi isso que declarou o Presidente Vladimir Putin nesta terça-feira, se dirigindo à Assembleia Federal em seu Pronunciamento.

"O objetivo de todos - eu quero enfatizar isso - de todos os recursos que empregamos é criar um sistema de suporte à família harmonioso, de grande escala e, acima de tudo, que opere de modo eficiente", disse Putin, destacando que a renda dos cidadãos, especialmente daqueles com crianças, deve ser suficiente para uma vida decente.

Ele mencionou que apenas o fortalecimento da instituição da família pode garantir o desenvolvimento da Rússia como um país grande e bem sucedido.

As atuais estimativas negativas em se tratando de demografia na Rússia são alarmantes: é necessário garantir um aumento da taxa de natalidade até a metade da década. O Presidente da Federação Russa, Vladimir Putin, chamou atenção para isso em seu Pronunciamento à Assembleia Federal.

O líder Russo deu início a parte mais substancial de seu discurso com demografia.

"A Rússia e sua perspectiva histórica depende de quanto de nós haverá no futuro", o presidente enfatizou.

Atualmente, há cerca de 147 milhões de pessoas na Rússia, lembrou.

"Nossa responsabilidade histórica é garantir um crescimento demográfico sustentável", destacou o chefe de estado. Ao mesmo tempo, cada passo, cada lei e cada programa estatal deve ser avaliado do ponto de vista da mais alta prioridade nacional: o salvamento da população Russa, certifica Putin.

A Rússia agora entrou em um difícil período demográfico. Anteriormente, ainda era possível alcançar um padrão positivo, ou mesmo um crescimento natural. Isso só aconteceu por causa das medidas tomadas pelas autoridades, tendo início na metade dos anos 2000. Portanto, existe cada vez mais crianças em idade escolar.

Contudo, há uma dificuldade significativa. Discorrendo sobre a essência do problema, Putin disse que uma pequena geração dos anos 90 estão agora criando novas famílias. Os números dos nascimentos estão caíndo novamente. Em resultado, um indicador-chave de tamanha importância como a taxa total de fertilidade em 2019 somou 1.5.

Isso não é o suficiente para o nosso país, assegurou o presidente. Em comparação, ele citou que em 1943, durante a Grande Guerra Patriotica (2ª Guerra Mundial - N.T.), a taxa era de 1.3. Nos anos 90 ela foi ainda pior: 1.16. Famílias com dois filhos eram raras, as pessoas eram forçadas a adiar o nascimento dos filhos.

O Presidente estipulou a meta: A taxa de natalidade na Rússia deve alcançar 1.7 em 2024, em vez da atual 1.5.

Note que a taxa de fertilidade total caracteriza um número médio de nascimentos por mulher ao longo de toda sua vida.

Fontes: 1 e 2 (Russo)