Carta Aberta para o Monte Athos: Seu Patriarca é um Apóstolo de Satanás

Metropolita Lucas de Zaporizhzhya - um dos principais bispos da Igreja Ortodoxa da Ucrânia - escreveu essa carta de alerta para os monges do Monte Athos. Ele disse que o Patriarca de Constantinopla "se transformou em um apóstolo de satanás e um leal súdito do diabo".

Nota do Editor: O Metropolita Lucas de Zaporizhzhya escreveu uma carta aberta para os monges do Monte Atos. Trazendo à memória que o Monte Atos é um dos lugares mais sagrados para os Cristãos Ortodoxos, ele menciona a próxima visita do Patriarca Bartolomeu ao lughar, alertando os monges que ter amizade com Bartolomeu é como ter amizade com Judas Iscariotes.

O Pe. Zechariah Lynch nos forneceu uma tradução em Inglês desa carta:


Metropolita Lucas de Zaporizhzhya

Cristo está no meio de nós! Meus caros leitores!

Uma carta aberta para os Monásticos da Santa Montanha do Athos:

Irmãos em Cristo, caros e amados do meu coração!

Hoje Deus nos assiste em meio as tribulações, nas quais devemos manifestar perseverança em nossa fé e irredutível fidelidade aos santos cânones de nossa Igreja Mãe.

No dia 19 de outubro, o "patriarca" Bartolomeu, que manchou seu coração e suas mãos ao trair Deus e quebrar Seus santos mandamentos, tem uma visita prevista para o Atos.

Graças às ações dessa pessoa, nossa santa Igreja Ortodoxa da Ucrânia está coberta de sangue e de lágrimas. Sacerdotes e paroquianos são surrados, igrejas são fechadas e a imprensa nos enlameia e nos calunia. Damos graças a Deus que Ele tenha nos providenciado a oportunidade de manifestar nossa fidelidade à Sua Palavra e de seguir Sua Vontade.

Pedimos que vocês permaneçam em solidariade conosco nesta fidelidade a Cristo e aos cânones da Igreja Ortodoxa!

Àqueles que permanecem na verdadeira fé, suplicamos que permaneçam firmes em sua crença; não sucumbam a nenhum tipo de persuasão e não temam nenhuma ameaça, pois Deus é conosco!

Eu digo isso a vocês tendo completa responsabilidade por minhas palavras diante de Deus e de Sua Santa Ecumênica e Apostólica Igreja: Qualquer que em nome da "obediência" estiver pronto para seguir o chamado de um lobo em pele de cordeiro, se torna traidor de Cristo!

Nenhum pai ou bom pastor viria até vocês com uma exortação para reconhecer um grupo cismático-nacionalista como uma igreja canônica - apenas um ladrão e salteador faria isso. Tal pessoa não é um portador da "imagem da mansidão", mas antes um sucessor do espírito e um continuador das obras de Nestório, Sérgio I e outros heresiárcas: João XI Vekka, Melétio IV Metaxakis e Atenágoras Spyrou - estes, como aquele (Bartolomeu), são servos do inimigo da raça humana.

O Sr. Bartolomeu, o de mente perversa, não somente perdeu o direito de ser chamado Patriarca, mas também o direito de ser até mesmo chamado de Cristão Ortodoxo.

A declaração de que alguns de vocês (no Monte Athos) estão prontos para reconhecer como legítimas as ações daquela pessoa (Bartolomeu) - que incluem a recepção de pecadores impenitentes no Corpo da Igreja - com o único propósito de continuar com suas vidas monásticas na Santa Montanha, invoca um grande pesar. Com lágrimas eu rogo a vocês, considerem: são trinta peças de prata um consolo digno da traição de sua fé? Na realidade, por detrás da palavra "obediência" não estariam se escondendo o medo, a covardia e a simples traição? Seriam suas orações e esforços ascéticos (podvigs), adquiridos por tal preço, agradáveis a Deus?

O preço por tal traição será a reserva de um assento no Juízo Final ao lado de Judas e daqueles que torturaram e crucificaram nosso Senhor.

Nossa Igreja já está pagando o preço por essa traição com sangue e dor. Vocês desejam ser condenados juntamente com nossos carrascos? Ou não seria inteiramente melhor sofrer aqui por Cristo, a fim de ser glorificado com Ele (cf. Romanos 8:17)?

Aqueles de vocês que decidiram que "se o Patriarca Bartolomeu vier com os cismáticos Ucranianos, então nós o receberemos, mas não receberemos os cismáticos", considerem o seguinte: quem é mais culpado? A criança, ou a mãe que o deu à luz e o criou?

Estamos cientes da pavorosa iminência dos tempos, e as provações que nós agora atravessamos não são as mais terríveis. Se não formos capazes de resistirmos firmes nelas, então, como prevaleceremos contra aquelas que serão enviados no futuro?

Respondendo por cada uma das minhas palavras diante de Deus, estou convencido de que o Sr. Archodonis (Bartolomeu) é uma pessoa cujo o diabo afligiu com uma terrível doença - o orgulho, e por meio disto transformou-o em sua arma.

Seu objetivo é dividir a Igreja, semear a inimizade, trazer confusão, arruinar aqueles que são fracos na fé, abalar aqueles que duvidam, trazer confusão para a mente e incitar a tentação. De um patriarca ele se transformou em um apóstolo de satanás e um leal súdito do diabo!

Meus caros e amados irmãos em Cristo, eu rogo a vocês juntamente com os apóstolos: guardai a fé e guardai-vos dos ídolos (cf. 1 João 5:21)!

Peço suas santas orações pela minha indignidade!

O maior dos pecadores, Metropolita Lucas de Zaporizhzhya e Melitopol.


Essa carta foi traduzida do original Russo pelo Pe. Zechariah Lynch.

O Pe. Zechariah é um sacerdote Ortodoxo em Pueblo, Colorado, na Igreja Ortodoxa de São Miguel Arcanjo. Ele escreve no blog The Inkless Pen, e é um colaborador regular no Fé Russa.