Rússia Constrói 3 Igrejas Por Dia, 1000 Por Ano, Por 28 Anos – Um Recorde Mundial

“Mais do que isso, eu não conheço nenhum outro precedente desse tipo em qualquer outro lugar da história da humanidade [...]".

Notando que muitos hoje afirmam que a sociedade vive na era pós-Cristã, Hilarion Alfeyev disse que isso não é sentido na Rússia.

A fé religiosa na Rússia nunca cresceu mais intensamente do que nas últimas três décadas, conforme pensa o Metropolita Hilarion de Volokolamsk.

O chefe do Departamento de Relações Externas da Igreja (DREI) falou sobre a fé religiosa na Rússia, sua história e renascimento nas últimas décadas. Isto aconteceu durante uma reunião com um grupo de professores e 250 estudantes da Itália, noticia o site do DREI.

“O período que chamamos de ‘o segundo Batismo da Rússia’ começou em nossa Igreja em 1988. O batismo em massa de nossa população começou na Rússia no final dos anos 80 e no começo dos anos 90”, disse o Metropolita Hilarion enquanto discorria sobre a história da Ortodoxia na Rússia para os convidados Italianos.

Hoje temos 35.000 igrejas. Isso significa que inauguramos 29.000 igrejas ao longo de um período de 28 anos, sendo mais de 1.000 igrejas por ano ou três por dia [...] Antes tínhamos três seminários teológicos ou academias, hoje já são mais de cinquenta”, enfatizou o Metropolita.

Na opinião do Metropolita Hilarion, a história da Rússia “nunca testemunhou tamanho crescimento na fé religiosa como o que temos visto nos últimos 28 anos”.

“Mais do que isso, eu não conheço nenhum outro precedente desse tipo em qualquer outro lugar da história da humanidade. Estamos cientes que o período de São Constantino, o Grande, no séc. IV foi um tempo no qual igrejas eram construídas em toda a parte e batismos em massa aconteciam. Contudo, não haviam estatísticas naquele período, ao passo que existem estatísticas na época em que vivemos”, acrescentou ele.

Notando que muitos hoje afirmam que a sociedade vive na era pós-Cristã, o porta-voz da Igreja Ortodoxa Russa disse que isso não é sentido na Rússia.

“Com nossos próprios olhos temos visto o poder do Cristianismo que nos permite atualmente abrir três igrejas por dia. Temos testemunhado como o Cristianismo transforma vidas humanas, de que forma Cristo e Seus ensinamentos ainda são importantes nos dias de hoje”, disse o Metropolita Hilarion em conclusão.

Professores e alunos de escolas sob a Ordem dos Jesuítas em Roma, Milão, Nápoles, Turim e Palermo participaram da reunião com o Chefe do Departamento de Relações Externas da Igreja.